Nossa Empresa

Nossa Empresa

A cremação é um dos processos funerários mais antigos praticados pelo homem. Em algumas sociedades este costume era considerado corriqueiro e fazia parte do cotidiano da população, por se tratar de uma medida prática e higiênica.

No Brasil, a prática da cremação foi instaurada na década de 70, e atualmente, a maioria dos estados brasileiros já contam com pelo menos um crematório. Isso se deve principalmente pela conscientização dos brasileiros de que a cremação é uma opção ecologicamente correta, pois seu processo não agride o meio ambiente e, entre outros fatores, não favorece a contaminação no solo, como é o caso da inumação.

A cremação consiste basicamente em submeter o corpo a uma temperatura de aproximadamente 1000°C em forno crematório, desenvolvido especificamente para este fim. Este processo só pode ser feito 24 horas após o óbito e demora de 2 a 3 horas, dependendo de cada corpo.

Ao final restam apenas cinzas e alguns fragmentos ósseos, que são triturados para que os grânulos fiquem perfeitamente uniformes e sejam entregues ao responsável.

O destino das cinzas é uma opção da família, que pode levar a urna para casa ou dispersar em algum local que tenha um significado especial.

Há ainda a opção de armazenar a urna cinerária no Columbário, um local feito especialmente para isso, localizado no próprio cemitério.

Localizado em Maringá, o Crematório Angelus atenderá não somente a cidade, mas todo o interior do estado do Paraná, Mato Grosso do Sul e também, interior de São Paulo.

Conta com 1.500m² de construção em uma área verde de 20.000m², dentro do Cemitério Parque de Maringá.

No caso da opção pela cremação, o processo de velório acontece normalmente. Após o período do velório, o corpo a ser cremado é encaminhado ao crematório, onde é feita uma homenagem ao ente querido que faleceu.

O Crematório Angelus conta com uma Sala de Cerimônias pensada em cada detalhe exatamente para essa última homenagem, que consiste em um auditório com capacidade para 200 pessoas sentadas e até 600 pessoas no total. Este promete ser um momento de grande emoção.

Um vídeo produzido sobre a vida da pessoa que faleceu será transmitido em dois telões e, ao final da cerimônia, a urna mortuária desce por um elevador, simulando o sepultamento. Todo esse processo poderá levar de 30 a 40 minutos.

Após a cerimônia, o corpo é encaminhado para a cremação efetivamente. A família poderá receber as cinzas no mesmo dia ou no dia seguinte, e dar a elas o destino que desejar.

A capacidade diária de cremação é de 6 corpos e as cinzas podem ser retiradas, em média, 6 horas após a cremação.

Copyright © www.angelus.com.br
Todos os direitos reservados - All rights reserved.